26 C
Salvador
sábado, julho 11, 2020
Home A TARDE FOLIA 2020 Kannário também pode ser interpelado judicialmente, diz titular da PGE

Kannário também pode ser interpelado judicialmente, diz titular da PGE

Por Rodrigo Aguiar

Além da representação protocolada no Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o cantor Igor Kannário, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) poderá também interpelar judicialmente o artista para que ele explique declarações feitas em relação à Polícia Militar, durante desfile na segunda-feira, 24, no circuito Osmar.

“Quando ele disse, por exemplo, que se algo acontecesse a ele, seria responsabilidade da polícia, pode ser questionado se ele tem alguma evidência nesse sentido”, explicou o procurador-geral do Estado, Paulo Moreno, em entrevista ao Portal A TARDE no Expresso 2222.

Procurador-geral do Estado, Paulo Moreno | Foto: Rodrigo Aguiar | Ag. A TARDE

O titular da PGE negou que o Estado queira “politizar” o assunto. Kannário é deputado federal pelo DEM, legenda presidida nacionalmente pelo prefeito de Salvador, ACM Neto. Na peça já apresentada, a Procuradoria-Geral do Estado acusa o cantor de agredir e provocar a PM e solicita que sejam tomadas as medidas consideradas cabíveis pelo Ministério Público estadual (MP-BA).

O caso

A Procuradoria Geral do Estado considera o fato gravíssimo | Foto: Felipe Iruatã | Ag. A TARDE

Na última segunda-feira, 24, durante a sua apresentação em um trio sem cordas, a popular pipoca, o cantor Igor Kannário chamou um policial de “bunda mole” e afirmou que se passasse por algum problema a culpa seria da polícia.

“Venha me tirar daqui de cima, seu bunda mole. Se acontecer alguma coisa comigo a culpa é da Polícia Militar”, declarou.

Devido a fala, o governador da Bahia, Rui Costa acionou a Procuradoria Geral do Estado (PGE) para adotar medidas no caso.

De acordo com informações da Secretaria de Comunicação (Secom), o órgão entrará com uma representação junto ao Ministério Público da Bahia a fim de que adote, no âmbito de sua competência, ações que entender cabíveis em relação às declarações de Kannário. A decisão de acionar a PGE foi anunciada por Rui em uma postagem no Twitter, nesta terça-feira, 25. 

“É inaceitável o ato público de desrespeito e agressão contra a Polícia Militar da Bahia registrado ontem no Campo Grande. Acionei a Procuradoria Geral para que o Estado formalize uma representação junto ao Ministério Público da Bahia a respeito deste fato. Medidas cabíveis que estiverem no âmbito do MP precisam ser tomadas em respeito à PM e em defesa da honra de pais e mães de família que fazem parte da corporação”, disse o governador na rede social. 

Redação
O A Tarde é um jornal diário brasileiro que circula no estado da Bahia. Fundado por Ernesto Simões Filho,[3][4] é o mais antigo jornal impresso baiano em circulação[5] e um dos mais antigos do Brasil,[4] a qual iniciou-se em 15 de outubro de 1912

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias

Artistas baianos levam Carnaval para EUA

Artistas baianos levam o Carnaval de Salvadror para Orlando, nos Estados Unidos (EUA), neste sábado, 7. Entre as atrações estão Harmonia do...

Após sucesso do Carnaval 2020, Camarote Club se prepara para comemorar cinco anos em 2021

Apesar da folia já ter terminado, o clima de alegria ainda é grande entre os organizadores do Camarote Club, situado na região...

Grupo A TARDE amplia o protagonismo na cobertura do Carnaval

O Carnaval de Salvador teve uma completa e ampla cobertura oferecida pelas principais plataformas do Grupo A TARDE ao longo dos sete...

Após jejum de 23 anos, Viradouro é campeã do Carnaval do Rio

A Viradouro é campeã do Carnaval 2020 do Rio. Com o enredo "Viradouro de Alma Lavada", a escola homenageou as Ganhadeiras de...

Cajazeiras tem recorde de público durante Carnaval

O Cajazeiras Folia 2020, realizado entre o sábado, 22, e a terça-feira, 23, superou as expectativas ao atingir recorde de público....

PATROCÍNIO

APOIO