26 C
Salvador
terça-feira, agosto 3, 2021
Home A TARDE FOLIA 2020 É muito amor! Fãs da Cheiro celebram quatro décadas da banda

É muito amor! Fãs da Cheiro celebram quatro décadas da banda

O ano de 2020 é realmente de comemoração para o Carnaval de Salvador. Além da Banda Eva, que neste ano chegou as suas quatro décadas, outro grande ícone do axé que também ‘quarenta’ é a Banda Cheiro.

Sob o comando da cantora Vina Calmon, o grupo, que atendia pelo nome “Cheiro de Amor” fará festa de milhares de foliões na noite deste sábado, 22, no Circuito Dodô (Barra-Ondina).

Enquanto a apresentação não começa, a expectativa dos fãs que sairão no bloco da banda só aumenta e é graças ao seu amor pela banda que os foliões superam até mesmo limites físicos para acompanhar o grupo.

Fãs curtiram em família | Foto: Bianca Carneiro | Ag. A TARDE

Exemplo disso é a artista Rejane Sousa, 40. Ela que toca com as filhas de Ghandy, não mexe os membros inferiores desde o ano passado após sofrer uma queda, mas não deixou que a cadeira de rodas a impedisse de comemorar.

“Admiro o bloco há muito tempo. E nao podia deixar de comemorar a resistência do Cheiro, diz.

A única queixa de Rejane é com relação a acessibilidade. Ela e a família acharam difícil chegar devido a falta de uma via preferencial. Apesar do transtorno, ela conta que não podia deixar de vir celebrar o aniversário da sua banda favorita.

“É o primeiro carnaval que vim após o acidente e também será o primeiro que terei a honra de acompanhar o Bloco Cheiro de amor”, afirma.

Família Cheiro

Em meio a concentração, um animado grupo se destaca. De mortalha, como eram os primeiros carnavais da Cheiro, o professor René Couto, 43, nem sabe dizer ao certo quantas folias já fez pela banda.

“So venho para o Carnaval pra sair no cheiro. Isso aqui é bom demais, agrega pessoas, resgata a música boa.

Professor René e sua família Cheiro | Foto: Bianca Carneiro | Ag. A TARDE

Além de ser fã da música da Cheiro, René considera o bloco uma verdadeira familia, pois é onde encontra amigos.

“Cheiro é amor, é família. Aqui reencontro pessoas lá de trás, de quando fiz a primeira graduação”, relembra.

A também professora Josilda Silva, 51, diz que também tem esse mesmo sentimento e conta que todos os anos sai com a banda Cheiro. Após três anos sem colocar o bloco nas ruas, o aniversário do grupo marca também o retorno ao circuito

“Sou Cheiro desde a época de Márcia Freire, Carla Visi. Quando o bloco não saia, fui atrás dos híbridos, mas isso aqui é meu bloco de coração”, diverte-se.

*Sob supervisão da editora Keyla Pereira

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × 5 =

Últimas Notícias

Artistas baianos levam Carnaval para EUA

Artistas baianos levam o Carnaval de Salvadror para Orlando, nos Estados Unidos (EUA), neste sábado, 7. Entre as atrações estão Harmonia do...

Após sucesso do Carnaval 2020, Camarote Club se prepara para comemorar cinco anos em 2021

Apesar da folia já ter terminado, o clima de alegria ainda é grande entre os organizadores do Camarote Club, situado na região...

Grupo A TARDE amplia o protagonismo na cobertura do Carnaval

O Carnaval de Salvador teve uma completa e ampla cobertura oferecida pelas principais plataformas do Grupo A TARDE ao longo dos sete...

Após jejum de 23 anos, Viradouro é campeã do Carnaval do Rio

A Viradouro é campeã do Carnaval 2020 do Rio. Com o enredo "Viradouro de Alma Lavada", a escola homenageou as Ganhadeiras de...

Cajazeiras tem recorde de público durante Carnaval

O Cajazeiras Folia 2020, realizado entre o sábado, 22, e a terça-feira, 23, superou as expectativas ao atingir recorde de público....

PATROCÍNIO

APOIO