26 C
Salvador
sábado, outubro 24, 2020
Home Personagens Amor nas alturas: do parquinho do interior à roda-gigante do festival

Amor nas alturas: do parquinho do interior à roda-gigante do festival

A Arena Daniela Mercury, palco do Festival Virada Salvador, é também o point para a diversão familiar e para o passeio dos casais. Já consolidada, a roda-gigante atrai um público cativo, que busca por uma visão panorâmica do festival, pelas selfies e também pelo clima romântico.

Parece que foi ontem que Francisca da Silva, de 69 anos, e Silvestre Lúcio Alves, 70, esperavam pelo parquinho no interior da Bahia para dar um passeio romântico na década de 1980. Hoje, vindo para o festival, eles voltaram no tempo e reviveram o momento do parquinho que marcou o namoro dos dois.

“Era um momento mágico, mesmo com uma roda-gigante pequena. Para nós dois, tudo era novidade, nos beijávamos apaixonados. De certa forma, dar uma volta no brinquedo do festival hoje é reviver essa história”, conta a auxiliar de creche aposentada que veio ao festival exclusivamente para dar um passeio e brincar na roda-gigante ao lado dos filhos e netos.

Ansiedade – Quem também estava ansiosa para dar uma volta na roda-gigante foi a estudante Vanessa Lima, de 23 anos. “Essa é a minha primeira vez no evento e a primeira vez que entro em uma roda-gigante desse tamanho. Fiquei ansiosa no início e agora, daqui de cima, estou adorando a vista. Dá para ver o público chegando, todo o palco e o mar à direita. Gostei muito. Vai ficar registrado na foto e na memória”.

Pertinho do palco – Esse ano, a roda-gigante está mais pertinho do palco, portanto é possível ver melhor os artistas que se apresentam. Por isso, a expectativa é que o público do brinquedo seja ainda maior nessa edição, passando de 55 mil (do ano passado passada) para 65 mil durante os cinco dias de festival.

Gratuito, o equipamento é o maior brinquedo desmontável da América Latina e atração de eventos como o Rock in Rio. Ela segue funcionando em todos os dias do festival, de 16h as 2h, exceto no dia 1°, quando vai operar das 15h às 22h. Ao lado da tirolesa, ela é uma alternativa de lazer entre uma apresentação e outra.

De longe é possível se admirar com a iluminação do brinquedo composto por 100 mil lâmpadas de LED. A roda-gigante tem 36 metros de altura – equivalente a um prédio de 12 andares – e comporta até 140 pessoas em cada passeio, distribuídas em 24 gôndolas, com limite de seis pessoas em cada uma.

Para que todos possam desfrutar do atrativo, o brinquedo é adaptado para pessoas com deficiência. Uma das cabines tem toda a estrutura para uma cadeira de rodas e um acompanhante. Cada participante tem direito a uma volta.

Redação
O A Tarde é um jornal diário brasileiro que circula no estado da Bahia. Fundado por Ernesto Simões Filho,[3][4] é o mais antigo jornal impresso baiano em circulação[5] e um dos mais antigos do Brasil,[4] a qual iniciou-se em 15 de outubro de 1912

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × um =

Últimas Notícias

Artistas baianos levam Carnaval para EUA

Artistas baianos levam o Carnaval de Salvadror para Orlando, nos Estados Unidos (EUA), neste sábado, 7. Entre as atrações estão Harmonia do...

Após sucesso do Carnaval 2020, Camarote Club se prepara para comemorar cinco anos em 2021

Apesar da folia já ter terminado, o clima de alegria ainda é grande entre os organizadores do Camarote Club, situado na região...

Grupo A TARDE amplia o protagonismo na cobertura do Carnaval

O Carnaval de Salvador teve uma completa e ampla cobertura oferecida pelas principais plataformas do Grupo A TARDE ao longo dos sete...

Após jejum de 23 anos, Viradouro é campeã do Carnaval do Rio

A Viradouro é campeã do Carnaval 2020 do Rio. Com o enredo "Viradouro de Alma Lavada", a escola homenageou as Ganhadeiras de...

Cajazeiras tem recorde de público durante Carnaval

O Cajazeiras Folia 2020, realizado entre o sábado, 22, e a terça-feira, 23, superou as expectativas ao atingir recorde de público....

PATROCÍNIO

APOIO